12/06/2011

QUARENTENA


A Industrialização do Santo Cristo - Anchieta Rolim



FAZ CEM DIAS
QUE ESCREVO
JÁ TENTEI PARAR
MAS ACHO QUE NÃO DEVO

FICO QUERENDO DIZER
TUDO QUE SINTO
E SE NÃO HÁ VERDADE
EU NÃO MINTO

COMO UM CÃO FAMINTO
FAREJO ATRÁS
DA MORALIDADE
MESMO SE NÃO A VEJO

NÃO ALMOÇO
NÃO DURMO
NÃO FAÇO SEXO
PERDI TODO MEU DESEJO

A ÚLTIMA VEZ QUE
TOMEI BANHO
DEIXEI SUJO
O AZULEJO

A BARBA POR FAZER
AS UNHAS PRA CORTAR
MINHAS ROUPAS TÃO IMUNDAS
TUDO FEDENDO A BUNDA

NÃO CONHEÇO MEU RETRATO
NÃO SAIO DESSE QUARTO
MEU CAMINHO?
É INGRATO!

APENAS SINTO
MEU CORAÇÃO BATER
A ESPERA
DE UM INFARTO

GRITO CALADO
CORRO PARADO
NÃO SONHO ACORDADO
ESSE É O MEU LEGADO.

[AUTOR CONVIDADO] JOSÉ DE ANCHIETA DA SILVA ROLIM, ou Anchieta Rolim, é artista plástico e poeta potiguar. Consagrado com várias exposições, sendo uma das últimas e mais comentadas “A Industrialização do Santo Cristo”. Atualmente vive em Areia Branca/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...