17/07/2011

“Carnaval, carnaval, eu fico triste quando chega o carnaval”.

Carnaval - Olivia Castro Cranwell


Foi-se o tempo em que as marchinhas animavam o carnaval. Tempos que somente poucos guerreiros seguidores podem dizer que viveram. Hoje, dependendo da região que você vive, as pessoas escutam apenas um tipo de música o ano inteiro. Já não basta ouvir forró o tempo todo de dezembro à dezembro e ainda assim tem o-não-sei-o-que-das-quantas elétrico? É tanta coisa elétrica que às vezes os aparelhos de som do palco pifam.
Não estou criticando ninguém por gostar de um determinado estilo de música, é um direito seu escolher, mas será que não cansa? Bem, lembro-me dos tempos de moleque quando ficávamos nos perguntado qual seria a apresentação de determinada turma de carnaval para ganhar o prêmio que era oferecido a turma mais animada (na época referida existia um concurso na minha cidade todo carnaval. Já faz tanto tempo desde o último que nem lembro da data). Difícil não se lembrar do pé de pano, camaleões, estroinice, aconchego, queima raparigual, matracal e muitas outras turmas. (perdoem-me a escrita, pois de algumas nem lembro como se escrevia). Era como torcer para um time de futebol. Tinha até o churrasco de comemoração.
Quando me deparei com o passar do tempo, vi que não estava apenas ficando mais velho, mas estava também percebendo que as lembranças de infância estavam ficando cada vez mais distantes, quase caindo no esquecimento. Tudo bem que isso faz parte do ciclo normal da vida, mas esquecer tanto o passado assim não é descaracterizar demais?
Os anos se passaram e minha cidade se descaracterizou. Infelizmente não foi somente isso (o carnaval) que se foi, temos inúmeras coisas que já se foram juntas com o passar do tempo, mas não vem ao caso. Ah, tempo, esse incorrigível e cruel “ser” que teima em passar tão rápido.

[AUTOR CONVIDADO] Bruno Coriolano de Almeida Costa é Graduado em Letras/Inglês e Literaturas Inglesa e Americana (UERN), especialista em Língua Inglesa (FVJ) e Professor de Língua Inglesa SENAC - Mossoró

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...